28 setembro, 2009

Escombros

Eu não confio em mim. Não posso. Meus sentimentos são totalmente desleais comigo. Quando eu consigo esconder aquelas insuportaveis e sensiveis memorias que me fazem mortal, surge em minha cabeça a certeza de um fim que não foi feliz. Então, sinto aquelas feridas que se lembram de doer. E prefiro guardar as lágrimas para um domingo longe daqui.

Um coração machucado não se recolhe na hora. Meus suspiros tentam encerrar, e no fim se tornam apenas evasivos. Minha lingua recolhe minhas lágrimas, meu rosto do avesso. Engulo o gosto ruim da ausencia, como um remedio do qual deve me curar. E no entanto o que sinto é o desgosto da falta do beijo.
Estou exausta de construir e demolir fantasias. Não quero mais me encantar com ninguem, obrigada. Meu coração ta ferido de amar errado.

As lembranças são nada. E esse nada é aspero. Então penso: se ele tivesse ficado, teria sido diferente? - Provavelmente o tempo de saldo so serviria para adiar a dor de meus pedaços.
Acontece é que eu não estava preparada para desamar, muito menos para aprender. E toda essa coisa apertada aqui no meu peito, um sufoco, um peso, uma sede, uma falta, é a cicatriz deixada, uma ferida que se mede exatamente pela dor que provocou, e sinto que ela lentamente se perde. Meu corpo cessou a dor, embora eu sinta ela latejar como louca nos dias de chuva. E de nada resolve toca-la com seus dedos frios, a tua mão não chegara até meu coração. E tudo porque eu tive tanto amor um dia.

11 comentários :

Alexandre Gaioto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alexandre Gaioto disse...

Que privilégio, musa gaúcha: o primeiro por aqui. Você é a Mallu Magalhães da literatura. Seu blogue tem um ibope sensacional.

E quando vamos tomar uma cerveja em Maringá?

ARCANO disse...

Nossa, o privilégio é meu.
Fico contente em saber que há alguem que perde tempo nos meus paragrafos.

Prefiro vinho. É só marcar

(:

Anônimo disse...

Excesso de amor humilha.

ARCANO disse...

Ken?

Anônimo disse...

Ken? Não Não.
Anônimo mesmo :)

Tunai Giorge disse...

.

Todo sentimento é desleal. Todos. Vai dizer?

.

ARCANO disse...

Prefiro Ken.

(:

Fernando Rozano disse...

texto alucinante, ponta de iceberg.
tua escrita é uma viagem para dentro.

Leonardo disse...

"Melhor não viver do que não amar." Paremos com o nosso masoquismo, moça. Dia desses pensei um pouco alto: deixa eu voltar pra minha vida. Ao que um desconhecido respondeu indagando: "vc tem vida?".

ARCANO disse...

Masoquismo dá audiencia, meu caro.

(: