28 novembro, 2012

Muito mais


Esta não é mais uma carta em que compararei nosso amor ao infinito ou que te direi que é humanamente impossível  viver sem você. Na verdade, acho que você já sabe de tudo isso mais do que deveria saber. Não me entenda mal, mas dessa vez achei que deveria listar alguns pontos estratégicos de felicidade para nós. Não pense que não tenho suficiente ou que você não faz nada certo e todo aquele drama que acaba ocorrendo sempre quando comentamos algo sobre o “mais”. Eu já tenho o mais de você, na verdade o tenho desde o primeiro momento. Mas, quero o muito mais, entende?

1)    Quero que você me abrace mais demorado e forte, quero sentir como se o abraço exista para nunca acabar.
2)    Preciso que você preste mais atenção aos meus pesadelos e perceba que realmente preciso ser acorda com um beijo quando eles acontecem.
3)    SURPREENDA a mim e a tudo ao nosso redor.
4)    Se esforce mais para que eu tenha motivos para sorrir até meu rosto adormecer por essa sensação.
5)    Não implique tanto quando me sujo toda vez que escovo os dentes ou por me esquecer de usar chinelos.
6)    Não pense tanto antes de agir. Deixe que os pulsos te impulsionem.
7)    Depois de fazermos amor esteja preparado para me amar em silêncio, não tire os olhos de mim por nenhum momento.
8)    Ainda sou a mesma por quem você se apaixonou, mas a cada dia estou diferente. Não deixe a rotina te confundir ou te acomodar. Queira me conhecer melhor a cada amanhecer
9)    Entenda que gosto de riscos, de perigo, de imaginação. Agarre-me quando eu menos esperar, me beije quando não for conveniente e me faça suspirar pelos poros de minha pele toda vez que sentir teu corpo no meu.
10)    Não deixe que nada nem ninguém se intrometam no nosso sentimento, nos nossos planos e em nossa vida. Saiba me defender até mesmo quando eu não preciso.
11)    Uma parte dos segundo servem para você me mostrar o quanto sou especial e importante para ti, não me deixe duvidar disso. A outra parcela dos segundos é para eu te mostrar isso, então aproveite.
12)    Quando insisto em estar com a razão – a maioria das vezes eu realmente estou – preciso que você me convença a calar todos os motivos com um beijo, ou vários. Na verdade espero que você mapeie meu corpo e que minha teimosia seja um bom motivo para você querer me levar para cama.
13)    Ainda sobre os beijos, só quero te lembrar que há lugares em meu corpo que não se conformam quando você por descuido ou acaso se esquece de tocá-los com os lábios.
14)    Nunca, jamais, por hipótese nenhuma nos deixe dormir brigados. Mesmo que você já esteja discutindo de olhos fechados pelo sono, precisa me prometer que irá me abraçar e dizer algo do tipo: “amanhã podermos continuar brigados, mas agora quero que você saiba que é o amor da minha vida.”
15)    Na verdade, não é necessário dizer o que eu quero ouvir, diga o que eu preciso, diga o que meu coração espera. Faça minhas expectativas sobre você soltarem fogos de artifício.
16)    Não deixe que o tempo se acostume a nós.
17)    Sei que a lista é grande, mas o nosso amor é mais, muito mais.
18)    Seja mais claro sobre seus pensamentos e vontades. Quero te satisfazer por completo, quero agredir o comum e refazer todos os clichês.
19)    Não espere eu dizer que te amo para você retribuir as palavras.
20)    Se acostume as cócegas que meus cabelos fazem em teu corpo, aprenda a sentir os calafrios sem me afastar do teu abraço. Preciso que consiga lidar com essa intensidade nossa.

O muito que espero não está distante, apenas precisamos começar a usá-lo. A felicidade verdadeira é exigente, e o amor precisa de esforços mesmo que isso passe despercebido. Não há insatisfação ou remorso em nenhum momento que compartilhamos, apenas há espaços que precisam ser mais preenchidos.

Continuo acreditando que o infinito é apenas o átomo de um grão de areia comparado ao que temos aqui. E antes que você possa ler meus pensamentos quero dizer que te amo muito.



18 novembro, 2012

Despertador

Hoje quando te vi percebi que meu coração não aprende tempo. Realmente não parece que faz um par de natais que teu riso não preenche meus lugares. O acaso lembrou-se da gente, o destino vem cobrar as promessas. A marca do teu batom ainda está nas minhas xícaras, nas minhas fronhas, sob minha pele. Tristeza tem pressa e me esqueci de culpar a tua ausência.

Fico em dúvida por nós. Você já encontrou alguém que contorna teu mapa astral com os dedos? Será que outro cara notou como o mundo para quando você está enrolada na toalha de banho? Talvez, você agora tenha alguém que concorde com teu mal gosto para filmes – se alguma das duas personagens não morresse no final por câncer ou saudade não era digno de seus aplausos.

Eu não tenho muito que falar, continua exatamente como você me deixou. E sinto falta de acordar com teu cabelo no meu rosto, com teu exagero e drama, teus suspiros me despertavam e as tuas unhas me faziam dormir, minha memória te denuncia diariamente. Não me arrependo de acordar de madruga e ficar te admirando e sussurrando o quanto éramos amor. Tua falta existe e nunca vou aprender a lidar com ela.

Hoje quando te vi percebi que já fui muito feliz. Discuto com o passado, quero brigar com o agora e não convido o futuro. É estranho, é dolorido. Não somos mais nós, no entanto não consigo ser eu.
Você arrancava meus botões e perdia meus compromissos, adorava ver teus pés pela casa, tuas digitais no controle remoto, tuas calcinhas perdidas se escondendo da rotina. Nem as paisagens me agradam mais, faço parte de um plural abandonado, de mãos dadas interrompidas, de planos curvos.

Ficou certo para mim. Entendi que você simplesmente tinha que seguir. Mas, ainda reconheço teus cílios, meu pulso liga o GPS para te encontrar. Faz tempo que já não divido com você a graça de ser sem graça, de ser um cara normal, um cara à toa. Continuo perdendo as apostas e deixando o pote de açúcar vazio. Continuo cuidando daqueles cactos que você deixou no armário da cozinha, e não me desfiz do caderno de receitas em que você desenhou um coração na capa.







Faz tempo e ainda continuo o mesmo, tentando entender onde foi que errei.

Encomendado por Júlio P. para Tiéle.
 




11 novembro, 2012

Sem capa

Sempre optei pelos quase heróis, aqueles que não se importam por se importarem demais. Prefiro-os a quem tenta salvar o mundo todo dia, porém não é capaz de roubar uma flor no caminho para casa e entregar para nós. Esses são o tipo de cara que nunca fazem nada ser o suficiente. Preferem a companhia da TV e o controle remoto em mãos do que a gente de calcinha descabelada sentadas no sofá rindo de coisa nenhuma. O telefone toca e eles prontamente entendem os amigos, mas deixam para responder nossas mensagens depois. Heróis somente até tirarem a capa e nos levarem pra cama, depois a mascará é conseqüência da rotina que escolhemos sem querer.

Por tudo isso, eu prefiro os que eram os últimos a serem escolhidos no futebol, aqueles que se conformam com as filas e não se incomodam se nunca estreiam seu ego. Homens que não são maus, mas não faz diferença se fazem o bem, já que para eles ninguém - até então- liga.


Mas, são esses fracassados em testosterona que são capazes de amar, e quando amam é de verdade. Eles perdem tempo com sexo sem afeto, no entanto quando querem amor sabem exatamente como conseguir isso da gente, mulheres que não desejam ser salvas, e sim salvá-los deles mesmos e de todos aqueles problemas que a insônia culpa, da barba mal feita em plena quarta-feira e do conhaque no café.

Eles gostam de gibis, de Tarantino, de Sinatra e ainda conseguem ser mais sensíveis que Nicholas Sparks, e são muito capazes de deixar a boemia e as maratonas de vídeo game se prometermos alguns instantes de sorrisos especialmente para eles no fim do dia.

Eles terão dificuldade em demonstrar que nos querem, mas sempre deixarão claro que somos importantes. Vão nos dar motivos para que possamos nos sentir gratas por estarmos nessa vida, farão piadas sem graças e gestos inesperados, não negociaram nossa felicidade e nem justificarão o passado.

Por isso, não se anime com os valentões, com os corajosos e com quem te diz que te fará voar. Esses são os babacas que sempre colocarão você de lado, os motivos de suas lágrimas em alguma festa, das suas olheiras de manhã, da sua vontade compulsiva por comer calorias exageradas, esses são o tipo de cara que te fará sentir um lixo.

São os quase heróis que estarão preparados para a gente a qualquer hora do dia ou da noite, que colocará teu nome da agenda telefônica com um toque diferenciado, desenvolverá pensamentos a seu respeito a todo instante, que vai se lembrar das suas flores preferidas e dará um jeito de consegui-las até mesmo fora da estação.


                             Talvez ele nunca voará,
 mas com certeza não vai te deixar cair.

21 outubro, 2012

Fomos

- Sabe a gente poderia dar certo.
- Eu não duvido disso.
- Então, porque você está indo?

Toda vontade que tinha de uma vida com ele era tão imensa quanto o medo de não poder ter. As coisas mais simples conseguem ser extremamente difíceis. Talvez devesse aceitar que ele fosse o certo apenas por aquele momento -  e talvez por ontem- , mas seria o errado para depois disso.

- Você sabe que não é questão de querer, eu apenas preciso ir.
- E a chance de felicidade, aqueles planos de salvar meus domingos, de querer me carregar nos braços e de toda aquela lista que fizemos para melhorarmos ainda mais a vida?
- Eu sei, sei de tudo isso.

Por um momento pensei que ele estivesse esquecido do que eu estava falando ou que não sabia mais ler nosso futuro. Ele estava amortecendo isso tudo com um “tudo vai dar certo”.

- Não vai dá.
- O quê?
- Não vai dar certo, e mesmo assim eu te amo...
E havia um grande “mas” em meus olhos.

- Mas?
- Mas, eu acho que você não vai ser mais o mesmo quando for.
- Basta você me fazer sentir tudo que somos juntos. Estou deixando esse lugar, não você.
- Você me ama?
-  Muito mais agora.

Foi então que eu percebi que ele estava se despedindo de tudo, enquanto meu coração estava se despindo de dor.

02 outubro, 2012

Nosso tempo

O mundo sem você é decepção e essas fraquezas do meu coração são causadas pela tua falta. Nenhuma multidão consegue me fazer sorrir, nenhum telefonema me tranquiliza e por tudo isso eu sinto que adoeço em parcelas – pequenas, mas imensas parcelas das memórias que criamos juntos.

Minhas lágrimas já atravessaram todas as fronteiras possíveis da saudade, mesmo sem querer te amo, mesmo reconhecendo isso eu te quero. A tua ausência é amostra do inferno, e agora sou só resto de domingo sem querer existir na segunda-feira. Todos os erros nos trouxeram até aqui e já não importa quem tem mais parcela de culpa ou quem não deveria ter feito ou desfeito tantas justificativas sem desculpas.

Eu te amo como se não pudesse amar nada além de ti. E tenho morrido por não sentir mais teu abraço sobre minha cama. Não pense que está sendo difícil pra mim, está sendo insuportável. Meus dias são um café frio sem açúcar, sem gosto, sem vontade.

Todo segundo imagino como seria estar contigo, tudo a minha volta me faz pensar em nós. Quem sabe a gente possa recomeçar e você possa entender que apesar de tudo e todos, a felicidade está em nossas mãos dadas. Me dá chance de te mostrar que somos de verdade, que essa vida só vai dar certo se eu estiver contigo.

Encomendado por Lhoren  S.

18 setembro, 2012

É verdade

Todo abandono é comprovação que devemos amar apenas o que nos pertence. Independente do espaço ou do que foi escrito, não importa quem você ame desde que essa pessoa te faça feliz.

Temos costume de escolher o mais difícil porque não acreditamos em amor fácil, em amor certo. Precisamos corrigir o destino, nos contentamos com as lágrimas e a falta de aviso prévio da cama vazia. Nos comprometemos com o drama, porque amor bonito é o que nos faz sofrer, é o que nos faz superar o fim do mundo.

É ilusão querer uma vida em que não somos amados o suficiente, em que a possibilidade do “até a morte os separe" não seja recíproca. Migalhas sentimentais não preenchem coração nenhum, mas preferimos isso por pensar ser tudo.

Freqüentamos respostas mudas por esperança que possa melhorar, por espera sem hora marcada, por medo de não complicar o suficiente e provar o quão verdadeiro é o sentimento. Então, vem à decepção, vem o desgaste das mãos, vêm os passos perdidos e uma vontade enorme de ter a chance de fazer tudo diferente, mas igual.

A preocupação de consertar a infelicidade é tão grande que não percebemos que felicidade verdadeira vem sem exigências, sem prazo de validade e sem controle sobre o saldo de risos. A pessoa que pode te amar de verdade não vai te obrigar a entender isso, vai te mostrar permanecendo sempre ao teu lado. Completando os espaços vazios ao teu redor, ajudando sem mentir, e você notará que há anos luz esse alguém só estava ali por causa de você.



Antes de tudo e de qualquer um, alguém ali por você. Alguém ali que pode te ter e te manter com amor, um amor que já veio certo. Sem precisar de correção gramatical ou de aulas de etiqueta. Dessa vez, você amará quem te pertence e não quem tentou se fazer de teu.

09 setembro, 2012

Mesmo assim

Já não me preocupo com desculpas e nem se deveria comprar meias novas. Vai chegar um momento que a vida não vai ser tão interessante e no seu playlist a mesma música que te fez pegar no sono vai te fazer acordar. Quando não existir mais vontade de encontrar as pessoas será porque você se encontrou - mesmo que estropiado e mal pago - ainda assim você poderá acertar as contas com todas aquelas perspectivas de futuro prometido.

Nenhuma conversa sincera te fará desistir de assistir pela enésima vez seu desenho favorito, nenhuma receita será capaz de te consertar, nenhum demônio vai te ver como lucro. É assim, no breu de tudo, no desespero ingênuo que conhecemos quem realmente podemos ser. E apesar da merda toda, não conseguimos desistir do dia após o outro e nem de repetir miojo no lanche da tarde.

O segredo é se ignorar até perceber que isso é errado, o mundo lá fora não se importa com o que está se passando aí dentro. Fato consumado. Todos aqueles depois vão exigir calendário, não dá pra se mudar do que se sente, não dá pra encaixotar o coração e mandar pra alguma campanha de afeto.

Não há motivo nenhum para você passar por tudo isso a não ser você mesmo. Somos responsáveis por ter estagnado aqui, mas podemos fazer recomeços. Só que dessa vez, talvez se nos preocupássemos mais em como queremos que termine o meio não será tão dolorido e nem abandonado.

Mesmo se você se sentir esquecido,
Não se esqueça de lembrar o porquê isso nunca deve acontecer.

06 setembro, 2012

Quase tudo

Lembro de nascer de novo toda vez que você sorria para mim, os dias conseguiam realmente serem importantes, você trazia amnésia para os problemas que me acompanhavam e os meus compromissos só estavam na agenda, pois era impossível me distanciar. Realidade sem você era bobagem, fim do dia sem teu beijo era erro irreversível, meu coração apontava os segundos para escutar teu riso.

Tuas mãos nas minhas sugeriam um pra sempre, todos nossos sonhos eram sinônimos de “estou contigo até o fim”, tivemos começo que tropeçaram em um punhado de quem sabe um dia e mesmo assim consegui te trazer perto de mim.

Até onde me lembro você gostava das falhas que encontrava na minha barba, se divertia com o jeito que eu me irritava com meus irmãos e com a falta de troco, não se despedia de mim se eu esquecesse de como você gosta de beber o Néscau, não desistia do meu abraço nem daqueles amanhãs que ficaram para acabar.

Nunca soube escrever poesias que trouxessem teu nome, mas sempre que lia sobre o amor tinha a certeza que estavam falando de nós. Não tenho vocação pra te esquecer, não existe remuneração nas lembranças. E essa nem é a pior parte, difícil mesmo é ver o quanto me tornei vago para ti, a pior parte é não ir te buscar para passar as tardes ao meu lado, é não existir mais um até amanhã ou um ainda te amo.

Normalmente esse deveria ser apenas o fim, eu deveria encontrar outras. Deveria escolher pelo que pode ser ao invés do que se foi. Ainda assim, não consigo me completar, preciso de mais espaço para esse vazio que você deixou.

E tudo já não era tudo, agora sou alguém que foi quase feliz.

Encomendado por Roberto para Lauren

24 agosto, 2012

Pelo começo

O teu sorriso de alguma maneira sempre me pareceu felicidade óbvia, não podia imaginar que seria você a pessoa que ocuparia cada instante dos meus pensamentos.

Nossa história começou sem começo, nunca tivemos a chance de realmente iniciar um relacionamento em que houvesse apenas você e eu. Pois, o resto do mundo é detalhe que não importa quando estou entre teus beijos, entre teus braços, entre tuas palavras.

Há tempo eu decidi ficar com você e já não sei mais como desistir desse sentimento. Já tornamos isso complicado demais, já atrasamos muito todo amor que essa vida reservou pra nós. Sei que de alguma maneira você sabe o quanto tudo isso é pra valer.

Quero ser teu abrigo nesses dias que fazem tua alma tremer, quero estar com você mesmo quando nosso aqui não for o mesmo, quero ser a teu passaporte pra tudo de bom que possa existir, quero estar na tua cama, na tua lista de chamadas atendidas, na tua estante em um porta retrato clichê e apaixonado.

Deixe de se importar com todas as outras que não souberam te fazer feliz, esqueça os abandonos e todos os atrasos. Se permita ser meu, se permita ter músicas com nosso sobrenome, de ter filmes que seja pretexto para um fim de semana só nosso, se permita me enxergar como a mulher que sempre esteve ao seu lado.

Se apesar de tudo não for agora, se não tiver espaço para um começo da gente nos teus dias me diga. O que dói mais não é não te ter, mas não saber se você um dia irá me querer. Se for pra me dizer adeus que pelo menos não maltrate esse coração que garante ser teu com esperanças de modelar.

Você é o homem da minha vida e hoje o que eu quero é poder te viver. Não me deixe passar como uma lembrança que poderia ter sido, como um talvez que nem tentou fazer acontecer. Aproveite esse amor que sinto por ti, não desperdice meu tato e nem minha saudade. Vem e fica de uma vez por todas comigo, fica e faz dessa história que não soube como começar um ato sem tempo pra acabar.

*Encomendado por Rosana.

16 agosto, 2012

Ainda somos nós

Quando eu estou errada preciso de você para dar certo. Mesmo com defeitos você me traz uma felicidade prevista. Somos corda bamba e nosso amor é equilíbrio. Não quero precisar mais de você porque sinto que te preciso tanto, que te quero tanto, que te amo tanto que muitas vezes nem sei como lidar com isso. Meu coração denuncia tua ausência, é só você me mostrar distância que me perco de mim.

Nossos dias não têm sido fáceis, mas ainda assim são nossos. Todo instante que olho pro lado e te enxergo tenho a certeza que vou pelo caminho exato da minha vida. Não quero te pedir pra ficar quando você já tiver ido, não quero sentir lágrimas ao invés do teu sorriso. Entenda que eu estou tentando ser a melhor pra você.

Não quero ter qualquer motivo para brigar, troco cada discussão por um beijo. Se eu estou manhosa, birrenta, insuportável é porque eu quero que você me puxe pra perto e não me solte. Quero ouvir que você me ama sem precisar perguntar se teu coração ainda pulsa por mim.

Agora, são tudo memórias perfeitas que compõe o nosso nós. Com você eu aprendi a reconhecer o amor quando ele chega, não confundo tuas mãos e nem me engano com olhares que não os seus.

Talvez eu já não consiga ser da mesma maneira de antes, pois sou agora muito mais você do que qualquer outra coisa. Preciso saber que você ainda quer nossos cachorros, nossas férias sem destino, nosso futuro sem endereço. Porque é assim que saberei que ainda sou teus planos, que ainda terei motivos para te esperar sempre que precisar.

Leia essas sílabas, releia. Eu te esclareço qualquer coisa que você não tenha entendido, eu te mostro tudo que deixei nas entrelinhas com meu tato. Leia tudo e me abrace da mesma maneira que eu queria estar te abraçando agora. Leia de novo e perceba que o único ponto final que quero pra nós é esse:

O da felicidade.

*Encomendado por Jú M. para Jean.

10 agosto, 2012

Até que enfim

Então, está tudo bem. Você cabe no mundo, tem aquela rotina de tanto faz e nem importa o que deixou pra depois. É como se o agora estivesse talvez bem, talvez deixe como está. Não se atrasa e nem divide seu pacote de biscoitos, não fica em dúvida do que ouvir e nem do que fazer no domingo.

Você está aí e ele aparece.

Assim, sem visita recomendada, mas com passos premeditados. Você se apaixona como se seu corpo não fosse capaz disso, como se seu coração inflasse sempre que ele resolve devolver o sorriso que você coleciona entre os livros da cabeceira.

Você começa a se importar com o futuro do seus abraços, se preocupa em ser a certa e se precisar disfarça os erros com batom vermelho. Você percebe que já não sabe andar com as mãos vazias, que teus pensamentos carregam o nome dele e que até no topo da lista do supermercado há espaço pro nós.

Pois é, sem querer todo mundo sabe que é. O amor nos resolve, nos dá a chance de ser. E vai ser estranho mesmo, porque você vai se doer e ainda assim se sentir bem. Você vai querer um pra sempre que dure bem mais que sessão da tarde.

Ele apareceu com as mãos no bolso, com um par de olhos que irão te guiar no escuro. Vai ter um punhado de manias charmosas e uma matilha de defeitos sem causas. Vai ser sem graça e mesmo assim te fazer rir pelo telefone.

Ele é lindo, todo bobo, todo único. Talvez não seja o mais romântico, talvez não saiba nada de Drummond ou nunca tenha vista Amélie Poulain  e mesmo assim vai te convencer que não há mais presente separado para vocês.

Aí você sabe que é amor.
Aí você já não sabe de mais nada.

26 julho, 2012

Que seja nós


Se você for meu amor quero que saiba que te esperei desde que abri meus olhos pela primeira vez, que escolhi esse mundo pela esperança da minha felicidade nascer entre teus braços. E que toda vez que me abandonei foi de mentira, de algum jeito sempre soube que você existia.

É porque gosto de te flagrar pensando bobagem de nós, fico sentindo um zoólogico no estômago toda vez que estou presente em seu sorriso torto. Ainda não sei se você sabe o quanto gosto de pegar na tua mão, de andar pelo supermercado e ir te alcançar a tolha de banho. Gosto de você não ter vergonha de ser por fora o que somos por dentro, de fazer qualquer lugar perfeito para um beijo, de fazer qualquer tempo não ser o suficiente.

Se você for meu amor quero que saiba que você é responsável por todas as minhas poesias. Teu olhar é paisagem que eu não canso, tua pele é vontade que me mata. Não sei te deixar ir e nunca aprenderei a ser com os outros. Amor é uma dependência independete de tudo. E antes que eu pudesse sentir qualquer coisa que me machuca encontrei em você as promessas que nunca fiz.

Nossos dias são lembranças de primeira página, acumulamos certezas e nos desfazemos do futebol de domingo ou das compras de última hora. Nos reservamos para nós, nos preocupamos em não pular nenhum ponteiro do relógio para aproveitar toda essa vida.

Se você for meu amor quero que saiba que sou tua em cada partitura, que talvez eu seja pedaços de um antes ausente de ti que se restaurou no momento que soube que agora e pra sempre meu eu tem a gente. 

Se você for meu amor quero que saiba que me viro bem no papel de mulher mais feliz do mundo, que você é o tudo que precisava para ocupar o vazio que não me fez melhor.

Se você for meu amor quero que saiba que meu coração sempre soube que você nos encontraria.

video


Se você for meu amor quero te ouvir dizer que seu amor sou eu.

28 junho, 2012

Nessa galáxia

Quem me dera se o céu realmente pudesse me ajudar, não tenho sorte quando é para me amarem, isso deve ser defeito de fábrica. O problema não é quem eu amo, mas quem não me ama.

Quando não alugo sorrisos esqueço-me de convencer que solidão não é merecimento e sim opção. Sou um desequilíbrio constante, atravesso a rua no sinal amarelo e penteio meus pensamentos na esperança que o nome dele fique preso entre os dentes do pente.

Meu coração denuncia o que ainda espero, é um querer que seja amor sem nem se importar se não for. Parece-me que a felicidade está sempre onde não estamos. Sinto que estou em uma galáxia muito distante de qualquer um que possa me fazer de mundo, de vida, de sua.

Agora já sei que não posso permitir que nenhum vazio me sirva, e nem que ocupe meus dias. Se ainda não tenho amor me contentarei com a busca por um.

Simpatizo com esses romances de sábado a noite que encontro nos livros, me sinto encorajada por essas canções que se repetem nas rádios para nos lembrar que não é pelo fato da ausência de um amor que sua presença não exista.

Apesar de me achar tão errada para o amor, percebi que erro é tentar me consertar para ser amada. Se eu ainda não me larguei é porque há esperanças. Se eu ainda estou sozinha é porque não preciso ficar mal acompanhada. Se com tudo isso não for amor de verdade, que seja uma noite divertida, que seja no chão, na parede, no capô do carro. E se ainda assim não tiver um “&” entre nossas mãos que sejamos vírgulas ou pontos finais.

                                                     [aumente o som do teu riso]

A partir de agora não existe mais reticências no meu planeta. Não quero a culpa por esperar algo que sei que existe, mas não será meu. Que a minha espera seja por algo que eu ainda não saiba da existência, mas que possa surgir a qualquer momento. Assim, será também uma forma para amar, um sentimento premeditado que ainda não saiba sentir.


Amor é sentimento extraterrestre.
É o que faz existir vida menos inteligente na gente.


*Encomendado por Maria Fernanda R.

20 junho, 2012

ILY

Eu acredito em momentos e foi assim que tive a chance de te encontrar. Amizade é o único sentimento que se auto-sustenta, não é preciso exigir nada além do teu abraço. Sinto que te buscava desde sempre, como se tivéssemos nos extraviado ainda antes de nascer. Gosto de imaginar você mais perto, de poder ir correndo para tua casa te contar o que meu coração guarda e ser mais presente em teus dias.

Com você sou o que quiser, mesmo distante tua amizade me escuta e me convence que é possível continuar em pé nem que seja de cabeça para baixo. Se teu cabelo não fosse tão diferente do meu, se assinássemos o mesmo sobrenome nas classes da escola, certamente duvidaria se dissessem que não temos o mesmo DNA. Mas, pra quê quando temos algo muito mais forte e verdadeiro que isso?

Está cada vez mais difícil manter os amigos, deixar perto e confiar o que sentimos para pessoas que muitas vezes nem sabem o que amizade significa. É por essa confiança tão certa que já perdi a conta de quanto tempo compartilhamos sorrisos e diários.

Não há livros, filmes ou músicas preferidas que não façam parte do nosso repertório. Combinamos coincidências, despertamos vontade de ser feliz tomando café até o amanhecer e imaginando o que faremos quando chegarmos aos 60. Talvez uma viagem à Acapulco, uma festa com rapazes com menos da metade de nossa idade dançando e nos servindo tequila ou ainda alguma aventura tipo “Natureza Selvagem”. Assim, nem me preocupo com o futuro dessa amizade, não me importa quantos quilômetros precise pedalar para me dividir com você.

Porque amizade verdadeira é isso, se basta. E nos basta.

Alcançamos alegrias que nunca chegariam se 
não fossem correspondidas por outro alguém 
                                                         que sempre estará ali por nós.

Para Sarah.

10 junho, 2012

Todo dia

É tão bom ser sua, é tão bom te ter na minha vida – somos tudo que precisamos. Ainda lembro-me do dia que o destino te apresentou pra mim, foi em um simples jogo que conquistei minha maior vitória, foi num dia tímido, mas tão certo que te trouxe pra mim.

Como era de se esperar, me apaixonei por cada pedaço seu, seu amor me deu o chão que eu precisava pra caminhar. E quando tive coragem de dizer que te amava, meu coração sorriu baixinho, foi um te amo silencioso, um te amo escrito com todas as letras. Depois de perceber que você também sentia mesmo, eu dividi sorrisos com o mundo todo. Por que você me dá essa felicidade tão exata que me faz ter certeza que somos nós aqui, agora e sempre.

Meus medos se tornam pequenos ciscos em meus olhos quando penso que posso te perder, porque ficar sem você é deixar de existir. E com tanta confusão de sentimentos que nosso começo trouxe, sinto agora que nosso fim é o pra sempre. Todo dia vivo a alegria de ter você na minha vida. Cada momento, cada palavra, cada “sms”, cada atrapalhada, cada sentimento que compartilhamos nesse tempo que nos conhecemos é a melhor vida que eu podia escolher pra mim.

A hora de te ter era para ser ontem, pois essa saudade já não cabe em mim, estou do lado de fora, pois é ela quem está por dentro. Então hoje e todo dia quero que você saiba que estarei sempre aqui, que continuarei a te esperar porque todo meu tempo te pertence, e ele está com pressa de sermos nós.

 Hoje faz dois meses que descobri uma felicidade da qual quero morar para sempre. Obrigada por ter acontecido pra mim, obrigada por ser a pessoa mais especial, importante da minha vida. Obrigada por fazer parte de tudo que quero pra mim. Nosso namoro é minha certeza, nosso amor é o que combina com todos meus sorrisos. E pode acreditar quando digo tudo isso: o mundo é pequeno pra demonstrar o tanto que te quero.

*Encomendado por Jennifer para Ludmila.

04 junho, 2012

O amor também cansa

Driblo todas as lembranças que possam me trazer arrependimento, penso em qualquer coisa para não pensar nele, mas dificilmente dá certo. Me cansei de tantas promessas sem endereço, desisti de ter entre meus dedos o nome dele. Deixei todo o plural de um futuro pra lá, pois foi um pouco que ficou demais.

Abafo meu coração, me distraio de mim para aprender a me doer em porções que se contentam com uma panela de brigadeiro ou um filme “trash”. E ainda assim é inevitável perceber que ele acabou se tornando o motivo do meu vazio.

Acontece que quando alguém não consegue nos fazer feliz, nos sentimos na obrigação de compensar isso com um esforço em dobro.  Amei por mim e por ele, quis consertar ele me estragando. Fingi não me importar com a falta de assunto de baixo do edredom, fiz de conta que não havia problema se ele não se lembrasse do quanto eu gosto de fanta laranja ou que prefiro assistir desenho animado à reprise de jogos que nem aconteceram. Ele me abraçava, mas não me surpreendia no banho, ele me fazia cafuné, mas não cheirava meu cabelo, ele pegava na minha mão, mas esquecia de dividir seus bolsos comigo.

É assim que percebemos que não vai dar certo, é quando passamos mais tempo planejando para o outro do que nos realizando. Tornamos-nos verdadeiras idiotas por qualquer vestígio de pensamento em que nos faça sentir insuficiente. Porque o problema não é o nosso excesso e sim o pouco dele. Não temos culpa de querer uma relação completa, de querer um sentimento com tudo que se tem direito. Por isso não podemos confiar na necessidade de fazer o outro feliz para nos fazer feliz.

E mesmo assim, e mesmo com tudo que não foi ainda vamos sentir que poderíamos ter melhorado. Quando for amor, a felicidade será recíproca em cada detalhe. Enquanto isso, a vida vai testando nossos corações com amostras grátis de um pra sempre até amanhã.


27 maio, 2012

Muito além daqui

Você é e sempre foi diferente de todos os outros. Conquistou-me fácil, teu jeito de menino que já era tão homem me trouxe uma vontade enorme de ser protegida por você. Sempre de uma maneira forte e decidida você me mostrou que o medo só atrasa a felicidade.
Nesse instante tenho do meu lado um homem que ao mesmo tempo é tão menino, que é capaz de secar minhas lágrimas e de me fazer sentir a mulher mais especial do mundo.




A minha sorte foi perceber que mesmo com tantos obstáculos, você está decidido a ficar comigo. Não desistiu nem quando nos afastamos, nem quando tentamos recomeçar vidas que já não faziam sentido se não fossem compartilhadas.


Tenho a impressão que esse amor já me acompanha de outras vidas,
 pois uma não é o suficiente.

26 maio, 2012

Tantra Bijouxs e Luara Quaresma

Mais uma vez vim trazer pra vocês uma novidade MARAVILHOSA, assim mesmo em caps look (:
A Loja Tantra Bijouxs que já se uniu anteriormente com minha poesia está agora ainda mais nossa cara e coração, traduzindo o que sentimos em peças que permanecerão em nossa pele.

Depois do sucesso da parceria de nosso primeiro sorteio aqui no blog há uns dias atrás, Cristina Girardi e eu criamos uma linha de produtos que levará meu nome LUARAQ que trará peças autênticas, poéticas e muito fofas para quem gosta de se sentir sempre bem e sorrindo.

Em breve apresentaremos as primeiras peças para vocês, mas já posso adiantar que eu estou pirando com cada item dessa coleção.

Fiquem por perto também, pois teremos um mega super lindo sorteio para vocês!

Então, esse é só o comecinho e vim correndo contar. Tenho certeza que a linha LuaraQ será motivo de muitos sorrisos.

Um beijo.



23 maio, 2012

Pulso

Não faz isso comigo, não me faz de resto. Nada nesse mundo pode doer mais do que sentir sua falta, a casa toda enfatiza que precisa ser preenchida por você e meu coração concorda com isso. É impossível descartar o som do teu riso, não concordo com esses dias em que você não está para corrigir a minha falta de jeito com o mundo.

Algum tempo depois e eu ainda te amo. Muitas xícaras de café e eu ainda te espero. O sofá desistiu de me consolar, o relógio se esforça para me mostrar que devo continuar, no entanto nem o açúcar pode me salvar.

Antecipo o medo de nunca mais poder te sentir, bato na porta da tua casa na mesma intensidade que meu coração bate por você. Todo clichê do mundo é protagonista pra te mostrar que somos mais presente do que passado.

Entenda que preciso ver você brigando comigo por te fazer se atrasar manhã sim e manhã também, quero te ver me enlouquecer com tua indecisão, ficar admirando teu cabelo molhado, te lembrar de colocar sal na comida, de colocar tua boca na minha. Quebre os pratos, grita e diga que eu não presto, me tortura, me esfola, mas não me deixa depois disso tudo ficar sem você em meus braços.

Me deixa comemorar nossa vida, vou te mostrar que mesmo errado eu não sou teu engano. O seu sorriso é responsável pelo meu pulso, teus olhos me impedem de pensar em qualquer outra coisa que não seja no quanto as estrelas são insignificantes perto de ti.

Volta, que meu endereço continua mesmo.
Estou te esperando de braços abertos, barba feita e flores na janela.

*Encomendado por Ivan B. para Regiane S.


Nota da autora: Ele te ama muito, menina!

17 maio, 2012

Yesterday


 Clique aqui para escutar o que sinto.

O sol continua existindo e eu continuo a mesma, só que diferente. Sei que todos esses anos acumulados não responderam nossas perguntas, tentei prestar atenção no que você queria me esforcei para enxergar você como passado, coloquei o coração no mudo e consegui. Então você simplesmente volta e me diz que confia no destino, como se pudéssemos trazer para o hoje nosso ontem.

Escolhas por si só interrompem ou concretizam sorrisos, talvez a gente ficou em dúvida por não reconhecer a certeza do que sentíamos. Agora meu nós não é o nosso, e tudo que posso te dar são dias com interrogações, não sei se será para sempre ou se um até breve. Busco justificativas por saber não saber.

Também gosto de nossas lembranças, mas não quero precisar delas. No entanto, sei que nos encontramos apenas por tentar nos extraviar. Sei que nunca me perderei do que um dia me fez ser sua, mas aprendi a ignorar o que não foi suficiente. Nenhuma poesia conterá nossos nomes porque já não posso mais pensar em você.

Uma vez você me disse para não deixar quem me ama longe e tudo que eu quero é que não me deixem distante. A espera sempre pareceu fácil para você, pois você foi capaz de continuar outra vida quando a minha ainda estava emendada na sua. E isso traumatiza qualquer sentimento, você se foi cada vez mais.

Você coloca vírgulas na minha vida pelo simples fato de existir, mas o agora se tornou um impossível concreto demais para me convencer de qualquer tato seu. E apesar de tudo você continua aqui, onde você simplesmente se deixou antes. O nós em que meu eu se encontra agora é o que quero, e não por ser ou não o suficiente, mas por me pertencer. É involuntário, ainda te culpo e rezo para o dia que isso não aconteça mais, pois também errei.




Toda fuga é uma forma de aproximação, 
pois só afastamos algo quando decidimos
fazer desaparecer o que não nos deixa ficar.




Enquanto você acredita no ontem eu tenho esperanças no amanhã.

10 maio, 2012

Espinhos

Hoje eu percebi que não dá para salvar o mundo, estou desbotada de tentativas. O engraçado é que a maioria das pessoas só reparam nos problemas quando alguém evidencia. E esse alguém tem que ter coragem para isso, e mesmo assim percebi o tamanho do erro.

Penso que o mundo está do jeito que está- largado as traças -, largado a nós pelo simples fato de ninguém se importar com nada além do próprio umbigo. A injustiça maior ocorre quando apenas uma pessoa quer reparar o que não está certo e todo o resto acha mais interessante culpá-la pelo buraco na camada de ozônio.

Não sei se tenho mais dó de mim por ainda ter esperança ou das outras pessoas por terem se perdido dela. Não dá para fazer as coisas ficarem melhores quando ninguém entende o que isso significa. Melhorar não dói, no entanto parece desaforo para tudo que somos.




                                        Vou guardar esse meu jeito super-herói para as flores.

02 maio, 2012

Por trás do sutiã

Você foi o meu maior achado, pois só assim me encontrei. Tive medo como o mundo giraria por eu estar amando outra garota, tive medo de não ser o suficiente ou de não saber como tudo funciona. Mas, o amor não precisa de manual de instruções.

Cada toque seu é um recomeço para meu coração. Eu sei o quanto foi difícil você se permitir ser minha, e hoje eu quero compensar cada lágrima sua no antes de nós. Você me conquistou e me manteve por perto quando nem eu sabia que poderia sentir algo assim por outra pessoa.

Nosso primeiro beijo foi a certeza do nosso futuro, depois que te vi sorrir soube que não poderia desistir de você, porque assim desistiria de ser feliz. É um sentimento que não aceita a distância nem o talvez. Você é a minha menina e por isso eu tenho no coração toda alegria de ser eu mesma.

Nada é fácil, mas se você garantir teus dedos nos meus sei que nada poderá atrapalhar nossa vida, nosso amor.  Todo sonho que tenho com você é realidade, teu dom deve ser me fazer sentir a mulher mais feliz do mundo, um mundo que é pequeno demais para nosso amor.

Não há como me satisfazer completamente de você; na tua pele tem sempre há a extensão do meu desejo, sempre aumenta a vontade que o pra sempre se atrase. Por trás do sutiã há um coração que exige tua presença.

*Encomendado por Luana P.




26 abril, 2012

Passaporte

Nossos corações não se importam com distância, eles nos querem juntos, tão juntos que nos tornamos um só. O mundo dá tantas voltas e numa dessas teu sorriso encontrou o meu, o destino insiste em chamar nossa atenção, insiste em trazer o meu futuro para junto do teu.

Não preciso de um agora para ter a certeza do que sinto por você, meu olhar recusa qualquer explicação. Quero que você saiba que por mais difícil que o nosso nós possa aparecer ele existe e não sei mais te deixar ir. Quero que nosso amor seja o que já é, quero te ter mesmo que distante, quero você não importa onde.

Tenho uma vontade enorme de sair de mim e ir correndo pra ti, entrar nos teus braços e não sair. Tento esquecer o tempo que falta para nossos reencontros, tento deixar a saudade quietinha, no entanto sempre fracasso.

Te espero mesmo sem você ter ido.
Te espero e espero que você sempre fique.


Que pelo resto da vida sejamos encontro.

*Encomendado por Júlia Gabiela.

20 abril, 2012

Malas prontas


Acredito que já nasci me perguntando se encontraria alguém que me apresentasse felicidade, e mesmo com um rumo incerto, com um presente sem embrulho a vida me trouxe você. E sinto uma felicidade só por ter te conhecido, mesmo que todo e qualquer tempo nosso seja insuficiente para meu coração, para minha boca, para minhas mãos. Tento não pensar no certo ou errado, disfarço a saudade com nossas músicas, com suas palavras, com qualquer coisa que possa te trazer pra perto de mim.

Já não podemos nos ver com a freqüência de um agora, meu corpo me cobra o teu. Quero que você entenda que qualquer dúvida que você tenha de nós só me deixa mais insegura pra fazer darmos certo, que qualquer palavra torta sua me faz ter uma vontade de colocar o que eu sinto para fora e fugir. Então, é só voltar a ter consciência de mim para perceber que o único lugar em que saberei ir é para teu lado.

Não deixe o orgulho no meio de nós, não deixe eu me punir por deixar você viver em meus pensamentos. Entenda que ainda não sei nomear o que sinto por você, só sei que gosto, gosto muito e não quero te perder. Mas, do mesmo modo que você sabe me fazer sorrir sabe me fazer chorar.

A distância já é castigo demais, se você ceder nos dias difíceis tenha a certeza que os melhores vão durar muito mais. Não é fácil e nem vai ser. Bobagem é você pensar que não te imagino comigo amanhã, toda vez que você acha que não serei sua me dói demais. Deixe esse ciúme de lado, o tempo que você perde procurando desculpas para depois eu uso para planejarmos nossas férias.

Sinto que continuarei tentando, mas preciso que você também tente. Eu me importo tanto com você, teu sorriso é a certeza que tudo vale à pena. Então me promete que de agora em diante a única briga será para ver quem vai escolher o filme ou pela demora em voltar para cama. Essa sua teimosia só é charme quando posso te encher de beijos. O mundo me parece tão pequeno e ao mesmo tempo imensamente grande toda vez que me lembro de nós, e sei que isso tudo vai passar. Pois, vou te contar um segredo: só quero estar com você nessa vida.



*Encomendado por Juliana M.



15 abril, 2012

Um pouco de Alice

Bem, meu nome não é Alice, mas sei exatamente como ela se sentia. Estou urgente demais para o mundo só que ao contrário. As lembranças me perseguem e o tempo me mostra que há ainda muito pela frente, o problema é que eu sempre me atraso para tudo que possa me fazer feliz.

Meus pensamentos não ficam na cama, e toda vez que acordo me sinto pequena demais para tudo que está do lado de fora das minhas cobertas. Tenho tantas cartas de baralho pelo caminho, no entanto não sei como jogar.

Olho para trás e vejo um punhado de sonhos esperando para começar. É como se tudo estivesse de cabeça para baixo, o mundo gira e eu vou pelo sentido contrário. Tento encolher o coração para sentir pouquinho.

Deixo meus braços entreabertos para não me sentir tão sozinha, o hoje pode ser cruel demais. Aprendi a falar em silêncio, e mesmo insegura todo sorriso sincero me faz ficar.

Muito embora eu não entenda como minha vida possa ir sem mim, já percebi que mesmo não pertencendo a nada daqui eu posso fazer minhas próprias escolhas, então trato de acordar as minhas expectativas e vou atrás do que não me esperou.

Às vezes eu sou um pouco Alice, mesmo sendo alérgica a gatos (incluindo os falantes que voam) e não tendo nenhum chapeleiro ruivo que possa me ensinar a dançar, entendi que o país das maravilhas é algo que está dentro, lá onde só quem acredita em si mesmo pode alcançar.


11 abril, 2012

Parágrafo

Você acordou e nem quis saber do relógio, lembro que me procurou na cama mesmo eu já me encontrando em seus braços. Talvez você só quisesse deixar em negrito que éramos certeza. E aí você traz teu sorriso pra minha boca e me diz que planejou isso tudo desde que nasceu. Me basta acreditar, porque é isso que você faz comigo.

O mundo deve estar pelo avesso como nossas roupas. Sei que foi para isso que  aprendi a esperar, comparo nossas peles e percebo que meu corpo combina com o seu sem nem precisar se esforçar.

Você me faz querer sentir tudo, um tudo que começa pelo seu nome. Não preciso planejar nenhuma poesia, te respiro pra me inspirar. Meus versos contornam seu rosto, faço prosa na sua nuca, rimo com seu gosto. Li teu corpo e minhas mãos marcaram cada página.

Cada toque é um parágrafo, e então me aproximo das vírgulas para doer menos. Mesmo nosso titulo sendo plural, mesmo com toda felicidade com cheiro de café e de amor sei que você não pode se atrasar pra voltar.

E quando te vi saindo da cama, buscando as meias como se precisasse de alguma desculpa para continuar ali, percebi que toda essa distância é margem demais para nossa história. Não consigo lidar com essas pausas de nossos abraços, não consigo fechar a porta e desejar que dessa vez tudo seja mais rápido. Os lençóis denunciam a saudade que fica pelo resto das semanas.

Teu perto é muito curto.




                                                                                                   E mesmo assim eu só,
                                                                                                          só você pra me trazer sol.


Encomendado por Morgana L.

07 abril, 2012

Tudo de mim

Não pude deixar a sala nem desistir do mundo quando flagrei aquele sorriso que acordou meus pensamentos e me faz esquecer o resto do antes. Ele estava no canto, estava sem jeito, no entanto preenchia todo aquele espaço entre o nada, entre mim, entre tudo. Eu olhava em sua direção sem culpa e sem vergonha, meu olhar era uma grande sirene em busca de sua atenção.

Olhei, olhei, olhei.
E então enxerguei: ele era cego, completamente cego. Foi então que percebi sua bengala, seu cachorro e seu óculos.

Estava distraída demais absorvendo aquele sorriso que deixei a realidade a minha volta para depois do banho. E ainda assim gostaria de experimentar a certeza da voz dele, imaginei se ele sorria assim pelas manhãs ou no meio da noite. Travei a respiração quando meu peito em um suspiro entregou minha presença e ele me olhou, mas não me viu.

Não queria ser invisível naquele momento, por mais que eu praticasse, por mais que me fosse fuga, agora eu só queria que ele percebesse que nós habitávamos o mesmo planeta.

Demorei a perceber que era minha vez, fiz o que tinha que fazer ali e sai com uma pressa decepcionada. Algo em mim insistia para esquecer as horas e chegar perto dele, pelo menos o suficiente para quem sabe uma troca de reticências. Desisti do que nem tentei, meu jeito não muda as previsões do horóscopo.

Quando estava nos últimos degraus da escada lembrei que havia deixado lá meu casaco de linha marrom. Voltei contrariada, e mesmo cansada meu coração acelerou quando o vi novamente. E ele estava entre o corredor e o banco que havia deixando o casaco. Me aproximando cada vez mais dele percebi o quanto a natureza havia sido generosa, sua beleza era insultante.

Peguei o casaco, tentando não chamar a atenção, mas fui obrigada a pedir licença.

- Obrigada. – Sorri muito contente por sair dali provando a ele minha existência.
- Não foi nada. Aliás, seu sorriso tem um som lindo.

Naquele momento ele me roubou todos os sentidos.

28 março, 2012

Estação

E hoje quando liguei o rádio meu coração lembrou que não te esqueceu, era a mesma música que você jurava ser nossa, reconheci as lembranças. Ainda tenho suas cartas, seus emails e um passado sem começo. À primeira vista já estou muito melhor, aprendi a dirigir, a fazer pão, deixei de andar de meias e estou menos preguiçosa.

Acostumei-me com a idéia de você ser um velho hábito, abro os olhos devagar e ocupo o espaço da cama que era seu. Não ignoro mais o sol que me acorda, mas aposentei o café que não me deixava desistir da insônia. Minha nova vida é velha, no entanto há certo apego na discrição do que sinto.

Você não é mais o assunto do dia, é fácil trocar seu nome, é fácil perceber que você não foi o suficiente, que você chegou atrasado demais para gente. Cansei de amar por nós dois, desisti de consertar o presente em que dividíamos o mesmo lençol.

Minhas respostas hoje trazem um sorriso independente, organizo os dias sem planejar nada. Meu coração lembra, mas não dói. Sei que vivemos na mesma estação, entretanto não há mais clima enre nós. Quero aprender a ser feliz sozinha, pois aposto que você ainda esquece a hora que deveria chegar.

24 março, 2012

PROMOÇÃO LUARA QUARESMA NO JÔ E VOCÊ COM UM LIVRO ♥


Gente, estou tão empolgada com o apoio e carinho de alguns amigos e leitores que iniciaram essa campanha que resolvi criar essa promoção para tornar esse sonho realidade pra ontem!

Quer ganhar um livro meu e mais um mimo surpresa e ainda por cima me fazer feliz contribuindo para uma possível entrevista no Jô Soares?

Para saber mais sobre o livro: http://tinyurl.com/7xphv2o

Então, confira o regulamento:

- Entrar aqui http://tinyurl.com/24uswgq e preencher o formulário da seguinte forma;
Entrevistado: Luara Quaresma
Telefone: (51) 94086846
Email: etudoquesinto@hotmail.com

- No campo assunto, você escreve, em pelo menos duas linhas:
como conheceu o meu trabalho, o motivo que te faz ler o que escrevo,
e por que eu mereceria ser entrevistada pelo Jô. Não esqueça de colocar no final da mensagem seu NOME, ESTADO, EMAIL.

- Após o envio, basta me enviar por email etudoquesinto@hotmail.com a mensagem que você enviou, seu nome completo, estado e algum contato.
- Em seguida respondo enviando um número para você participar do sorteio em seu email.

*Um o sorteio será realizado apenas, e somente, ao atigirmos um total de 99 mensagens enviadas. Por um site especializado!
*Qualquer um pode participar, incluído quem vive fora do BR.

Então, boa sorte para mim e para vocês ♥
E obrigada pela força!


18 março, 2012

Segunda-feira blues

Disfarço covardia com timidez, aprendi a lidar com a antipatia do mundo e nem me esforço para agradá-lo, isso é tão frustrante quanto ser o play 2. Percebi que a sorte surge quando a gente deixa de se importar, o acaso só existe quando nos concentramos em não acontecer.

Tenho mania de aceitar o não sem nem perguntar, se meus pensamentos fazem barulho o coração reclama e se saio de casa esqueço-me de voltar pra um futuro que me despediu. Fujo de convites de auto-ajuda, me contento com a reprise de qualquer programa que possa me distrair de mais um começo fracassado, de promessas sem tato, do que sou quando não estou com ela.

Finais de semana são o meu refúgio, durante a semana eu invento verdades, desvio de dietas para me salvar de mim mesmo, manipulo o tempo que força em me mostrar que há muita solidão para me fazer companhia.

Estou andando na contramão da minha própria vida e mesmo assim estabeleço limites pra conseguir dormir. Toda segunda eu me prometo uma nova vida: menos vodka, menos barba, menos tédio, menos ela. O que restou não dá nem meio recomeço, não paga as contas e nem consola as lembranças. Porque o que ela deixou foi um cara que não sabe largar do que ainda gosta, do que ainda é.

Juro que amanhã eu começo a te esquecer.

*Encomendado por Raul A.

12 março, 2012

Como se fosse hoje

Não lembro mais de reclamar falta de felicidade, não preciso mais fingir paciência nem me importar como o mundo gira. Até meus problemas tem hoje companhia, tem solução. Não tenho mais hábito de esquecer, não preciso me preocupar se serei esperada, aposentei o medo da solidão.

Tudo isso porque tenho você, pode ser frio, pode ser tarde e ainda assim eu tenho você.

As filas já não me incomodam, não ligo se me perco na metade do filme para te encontrar, tudo que é resto de gente já não me incomoda mais. Não brigo com o despertador, não me escondo mais do que tem que ser feito hoje, ando sem meias, dou risada por nada.

Tudo isso porque tenho você, pode ser triste, pode ser distante e ainda assim eu tenho você.

Falo baixo com meus irmãos, empresto meus livros, me devolvo pra quem me tinha. Sou atenciosa com estranhos, aprendi a salvar vidas com um sorriso, me recupero do verão e não acordo de mau humor na segunda pela manhã. Aprendi língua do silêncio, não implico em deixar alguém se estacionar no meu abraço.

Tudo isso porque tenho você, pode ser errado, pode ser difícil e ainda assim eu tenho você.

Tornei-me melhor para vida, o atraso já não me maltrata. Apeguei-me aos clichês, divido sorvete com você, meu tempo, meu corpo, minha vida. Concordo com todo exagero de quem ama, com toda babaquice de quem não sabe mais viver sem alguém. Me rendo pra idéia do destino, me convenço do amor.

Tudo isso porque tenho você, como se fosse hoje, eu tenho você.

29 fevereiro, 2012

Corações combinados

Tudo em você me faz feliz, nunca pensei que encontraria em outro alguém o que buscava em mim. Com você acredito no gostar, acredito nas promessas e sei que nosso toque é o que incentiva meu coração a bater. Esse amor é saudade prematura, é vontade do pra sempre antes do agora. Não erra nem por distração, tudo que te traz pra mim é ocorrência do destino.

Não entendo porque todo amor precisa de obstáculos, não faz sentido que meus dias adoeçam por sua falta; sim, sim...sabíamos que chagaria o momento em que você teria que ir para longe daqui, para longe de mim. E nem assim desisti de te nomear como minha vida. A distância de teus lábios será meu inferno, a insegurança de olhares alheios a te apreciar me aperta o peito. Ei, mundo: ele é meu!

Acredito na gente tanto quanto preciso respirar e podem me intitular de boba, de imatura ou o que for desde que antes de tudo eu seja sua. Eu aceito a espera, me aproximo de nosso futuro em cada sorriso compartilhado. Só não quero que você e eu nos tornemos lembrança de final de tarde, não vou admitir ser paisagem de algum dia em seus pensamentos. Farei de tudo para estar com você, irei me consolar com sua voz, vou dividir a cama com teu perfume e manter vigia pra te ver voltar.

Nenhuma distância será suficiente para separar corações que já nasceram combinados, vou morrer de saudade, e cobrarei de Deus seus abraços. E por mais dolorido que a chegada da nossa despedida possa parecer saber que você me quer me cura de tudo, me cura de mim. E não quero que sobre espaço para imaginar o que poderíamos ter sido, não é suficiente nenhum passado nosso. Estarei aqui para todas suas voltas, para todos os próximos dias de nossas vidas.

*Encomendado por Thuysa S. para Pedro F.

27 fevereiro, 2012

Distração

É um ainda que dói demais, as minhas expectativas estão sem vontade de mim. Encolho-me em um ontem que me fazia existir para não ser expulsa pelo tempo. Já não é o suficiente ser, o meu adiante nunca é longe do que preciso deixar.

Garrafas vazias e lembranças preenchem meus fins de semana, não me cobre uma vida nova, não me culpe por não conseguir esquecer teu riso. Fui me deixando na esperança de abandonar o que sinto; já não uso mais a mesma receita de café nem a mesma música. Estou doando um pedaço de mim que é passado.

Continuo indecisa, nunca suportei esses dias de sol em que insistem para um lazer acompanhado. Antes de acordar deixo uma parcela da saudade que surge a noite, tenho medo de voltar para a cama e não ter mais a que me apegar.

As cicatrizes já não comovem nenhum talvez, ter motivo para sorrir é vontade vencida. Foi um sentimento acústico, foi tato quando deveria ter sido certeza, foi antes quando meu coração esperava por um agora.

16 fevereiro, 2012

Exceção

A pior parte de gostar de você é sentir isso sozinha, todo dia vem em anexo à vontade que tenho de fazer o nosso singular ser meu plural. É tão complicado amar uma pessoa e a mesma nem ter consciência que mesmo distraído é o meu motivo de sorrir, em um gesto cheio de esperança que me imagino no amanhã com você.

Tento confiar em mim, e me falta vontade de confiar que você possa me notar. Existem tantos contras, tantos obstáculos, tantos medos que parece não existir um espaço para nós. No entanto, eu não consigo me ver sem você, é um amor que não pede meu consentimento, que não pede minha assinatura para existir. Sinto-me culpada por tudo que sinto, e não há uma forma de deixar de ser eu.

Me nego a acreditar que você não mereça meu coração, o mundo pode acabar e você continuará a sendo a minha exceção. Me prometo dias melhores, arrumo a cama na expectativa que você me ajude a desarrumá-la, tento viver no piloto automático para que a frustração da sua falta não seja tão dolorida.

E apesar de tudo, acredito que algum momento nossos destinos coincidem, que dividiremos o mesmo toque, que serei motivo de decisões estúpidas, verdadeiras e não pensadas. Que seja eu quem causa um suspiro proposital durante as horas em que você estiver longe, e que você saiba vir para mim sem receios.

Todo amor é uma esperança calada, e na vontade que sinto de ser feliz vem acompanhada da vontade que sinto em ser sua. E mesmo que não te diga o quanto você ocupa meus pensamentos, mesmo que você não faça ideia do que se passa aqui dentro tenha a certeza que sempre esperarei por você.

* Encomendado por Carla N.

08 fevereiro, 2012

Meus fins

Não vou ditar nenhum começo, porque já perdi a conta de quantos meios nos pertencem. Acuso o passado, tento condenar essa saudade que mesmo discreta ainda me acompanha. Somos poesia pela metade, deixei de tentar entender a distância que me impede de ser sua. Minha vida continua, mas vou colecionando fins. Pequenos e pacatos finais em que todos se resumem há um quem sabe de nós.

É uma insistência involuntária que me faz comparar esses dias de sol que não há você, por mais que a felicidade venha gratuita eu me enjoei de mim por tentar mudar o nome das lembranças. Voltar para casa já não resolve minha falta de sono, compartilhar mesas com os amigos é só uma distração do tempo, sou um círculo de emoções que faz meu coração cambalearem na busca de qualquer esperança de dividir a janta com você.

Treinei um “vou te esquecer” e fracassei por insuficiência de vontade, meio que quis mais brigas, mais tristezas que acusam um presente ausente, mais qualquer coisa que seja mais nós. Não me conformo com os convites de nosso futuro que nem foram enviados. Deixo o mundo de lado, fico colocando pontos finais em tudo menos na saudade.

Não ter a cópia da chave de sua casa é trauma demais para meu coração, tão verdade que depois que nos desligamos perdi o paladar da vida. Não consigo ficar atenta ao que os outros acham graça, não me interesso por nenhuma previsão do tempo. Talvez tudo isso seja bobagem, mas é uma bobagem que ama.

As pessoas que me conhecem duvidam, eu prefiro nem cumprimentá-las por suas deduções amorosas sobre meus dias. Dizem que eu preciso é ser feliz, que eu preciso de alguém que esteja sempre por perto, alguém que saiba a data de aniversário da minha avó. Eu encaro todas essas suposições e meu corpo ensaia um sorriso, mal sabem eles que essa pessoa já existe, no entanto essa realidade me aparece miragem demais. Apesar de tudo isso, sou contente comigo mesma por não ter te deixado em nenhum canto do ontem. Você absorve tanto minha vida, eu me despedi tantas e repetidas vezes de nós que hoje sou reprise de todos meus fins.

*Encomendado por Jordanna F.

04 fevereiro, 2012

Faço da sua história um livro

Bom dia meu lindos!
Hoje vim apresentar para vocês um novo prejeto:

"Nossa história daria um livro!"

Quem nunca pensou nisso?

Se você tem uma linda história de amor, saudade, amizade, família e quer eternizá-la em um livro de verdade e exclusivo é só me mandar um email para saber mais detalhes etudoquesinto@hotmail.com


Aceito encomendas para o datas especiais: casamentos, formaturas, aniversários, dia dos namorados ...

Abaixo um exemplo de livro encomendado por Thallyta Lago ♥


Nosso amor.


Trecho.


Trecho.

Espero realmente poder contribuir para eternizar amores.
Com carinho, Luara Quaresma.



31 janeiro, 2012

Dias

Há dias em que acordamos sem esperar nada da vida, como se nada pudesse nos transformar em algo melhor. Até que o destino veio me mostrar que ele existe de fato, pois foi isso que eu senti quando sua presença prendeu meu olhar no meio de tanta gente. E em um mundo tão grande encontrei alguém com um sorriso em comum com o meu. Não há como se desfazer de cada momento em que compartilhei com você.

O impossível de nós foi acontecendo aos poucos, você era um aspirante a ser minha felicidade e em cada toque sabia que você era o cara diferente, especial da minha vida. Nunca pensei que teríamos um tempo juntos, o começo de algo que hoje traz saudade pra todas minhas lembranças com você. Aconteceu tudo tão bonito, tão mágico. Sentia que você era o ponto de partida para todo amor que sempre quis.

É difícil dizer o que será de mim ou o que será de você, a única coisa certa é que o nós ainda vive em mim. Não consigo aceitar em saber que o nosso presente nunca será um futuro, depois de ter lutado tanto para te ter simplesmente me deixou aqui com todo o amor, todos os sonhos e sorrisos. Não sei se você voltará para mim, ou se ainda sabe o caminho dos meus braços, no entanto a espera por ti é certeza em cada dia.

Perceber que seu passado te faz companhia agora, que outro alguém ocupa teus braços é o que me dói. Para eu deixar de te amar eu preciso primeiro me esquecer. E nessa angustia de um talvez ao seu lado eu vou levando o tempo pra dentro de mim. Sei que tudo pode mudar e isso me traz a esperança de te ter pra sempre perto. Te encontro em cada suspiro de meu coração, sua presença é meu dia.

*Encomendado por Karla K.

26 janeiro, 2012

Não sei sambar

O carnaval ainda nem começou e eu já fui embora, minha fantasia está vencida e minha falta de jeito pra folia já faz mais parte de mim. Tudo o que faltou ser é perdido demais, os velhos medos não me deixam em paz. As alegrias ficam na cama e eu fico assim pensando, cometendo erros iguais.

O sorriso que antes era par é apenas fotografia de um álbum sem lugar, me guardei em segredo por não saber amar. É assim que a gente funciona, quando decide que quer não sabe por onde começar. Não há como passar todas as noites em uma mesa de bar, minha vida é feriado demais.

Toda lembrança me dá trabalho, bondade não é esforço, no entanto tento me tornar alguém melhor para mim. Antes mesmo de qualquer inicio já me preocupo com o fim, são apostas que faço do que sobrará para eu julgar em meus próximos dias.

O vazio não é tão vazio assim, apesar de ser tão imenso cabe em mim.