17 maio, 2012

Yesterday


 Clique aqui para escutar o que sinto.

O sol continua existindo e eu continuo a mesma, só que diferente. Sei que todos esses anos acumulados não responderam nossas perguntas, tentei prestar atenção no que você queria me esforcei para enxergar você como passado, coloquei o coração no mudo e consegui. Então você simplesmente volta e me diz que confia no destino, como se pudéssemos trazer para o hoje nosso ontem.

Escolhas por si só interrompem ou concretizam sorrisos, talvez a gente ficou em dúvida por não reconhecer a certeza do que sentíamos. Agora meu nós não é o nosso, e tudo que posso te dar são dias com interrogações, não sei se será para sempre ou se um até breve. Busco justificativas por saber não saber.

Também gosto de nossas lembranças, mas não quero precisar delas. No entanto, sei que nos encontramos apenas por tentar nos extraviar. Sei que nunca me perderei do que um dia me fez ser sua, mas aprendi a ignorar o que não foi suficiente. Nenhuma poesia conterá nossos nomes porque já não posso mais pensar em você.

Uma vez você me disse para não deixar quem me ama longe e tudo que eu quero é que não me deixem distante. A espera sempre pareceu fácil para você, pois você foi capaz de continuar outra vida quando a minha ainda estava emendada na sua. E isso traumatiza qualquer sentimento, você se foi cada vez mais.

Você coloca vírgulas na minha vida pelo simples fato de existir, mas o agora se tornou um impossível concreto demais para me convencer de qualquer tato seu. E apesar de tudo você continua aqui, onde você simplesmente se deixou antes. O nós em que meu eu se encontra agora é o que quero, e não por ser ou não o suficiente, mas por me pertencer. É involuntário, ainda te culpo e rezo para o dia que isso não aconteça mais, pois também errei.




Toda fuga é uma forma de aproximação, 
pois só afastamos algo quando decidimos
fazer desaparecer o que não nos deixa ficar.




Enquanto você acredita no ontem eu tenho esperanças no amanhã.

4 comentários :

Júlia Evelyn disse...

Todos os dias passo aqui para ver se tem algo novo, e me emociono toda vez como se fosse a primeira. Escrevo, desde os 7 anos. Ultimamente tem sido produtivo "te ler" e "me escrever".
Quando quiser dar uma conferida, esse é meu portal de segredos: http://sentimentalforever.tumblr.com/
Será sempre bem-vinda! Obrigada por tudo e continue escrevendo. Estarei acompanhando.

Anônimo disse...

I believe...yesterday...
Why she had to go I don't know...Believe, Yesterday...

Anônimo disse...

I believe...yesterday...
Why she had to go I don't know...Believe, Yesterday...

Mah disse...

Bonita, que lugar perfeito é esse seu canto? Tenho também o meu, e sei que meus textos caem como uma luva no cotidiano e no contexto de muitas pessoas, pois elas vêm me falar, sei que às vezes eu falo o que alguém queria dizer e não consegue... Tenho Caio Fernando como essa pessoa que fala aquilo que ainda não consigo falar. Mas essa madrugada me deparei com seu blog e formei o par perfeito: Caio e Luara. Vcs gritam o volume que minhas cordas vocais ainda não conseguem alcançar. Perfeita não te define... vc é muito mais que isso! #vireifã!

P.S.(Tem certeza que não te contei minha vida? Esse texto dita exatamente o meu momento...)

Beijo grande!