28 março, 2012

Estação

E hoje quando liguei o rádio meu coração lembrou que não te esqueceu, era a mesma música que você jurava ser nossa, reconheci as lembranças. Ainda tenho suas cartas, seus emails e um passado sem começo. À primeira vista já estou muito melhor, aprendi a dirigir, a fazer pão, deixei de andar de meias e estou menos preguiçosa.

Acostumei-me com a idéia de você ser um velho hábito, abro os olhos devagar e ocupo o espaço da cama que era seu. Não ignoro mais o sol que me acorda, mas aposentei o café que não me deixava desistir da insônia. Minha nova vida é velha, no entanto há certo apego na discrição do que sinto.

Você não é mais o assunto do dia, é fácil trocar seu nome, é fácil perceber que você não foi o suficiente, que você chegou atrasado demais para gente. Cansei de amar por nós dois, desisti de consertar o presente em que dividíamos o mesmo lençol.

Minhas respostas hoje trazem um sorriso independente, organizo os dias sem planejar nada. Meu coração lembra, mas não dói. Sei que vivemos na mesma estação, entretanto não há mais clima enre nós. Quero aprender a ser feliz sozinha, pois aposto que você ainda esquece a hora que deveria chegar.

6 comentários :

The Purple Blood disse...

que lindo esse Texto *-*

Seguindo já o Blog

The Purple Blood está de Visual Novo !

http://www.thepurpleblood.com

Beijos

Emi disse...

''Você não é mais o assunto do dia, é fácil trocar seu nome, é fácil perceber que você não foi o suficiente, que você chegou atrasado demais para gente. ''
Nada como a cura de um amor que nos fazia mal. É maravilhoso descobrir que embora as lembranças persistam, não há mais saudade. Só mesmo o tempo e muita persistência para nos fazer dar a volta por cima.
Adorei o texto e o blog.
Beijos! ;*

Vivian Eugenio disse...

e como pode isso?
exatamente o que estou sentindo.
Leve, e livre de algo que me aprisionava.
Lindo.

Ana disse...

" é fácil perceber que você não foi o suficiente, que você chegou atrasado demais para gente." Muito bom!

Maíra Souza disse...

Nada como cair na real não é?
Ótimo texto! Lindas palavras.. =)

Lírio disse...

Que lindo.
Aguardo ansiosa a minha vez de sentir quase exatamente como as suas palavras.
Você tem o dom de projetar os sentimentos. Parabéns!