20 abril, 2010

Guarda-chuva

Não desvio de pingos de chuva, as gotas tem urgência em me atropelar.
Preferia ser de açúcar do que de carne, só assim a chuva realmente poderia resolver os meus problemas.

9 comentários :

Desce Mais Um! disse...

ela poderia te levar

Amanda Vieira, disse...

Gostei demais, tem hora que a gent eprecisa ser lavada mesmo, derretida igual açúcar.

Mário Rodrigues disse...

"Chuva de prata que cai sem parar..."

Um beijo

.Fulana de tal disse...

Imaginei "dançando na chuva" assim que li, de imediato.
Mágico.

Franzé Oliveira disse...

Gosto da chuva.
Quando choro esconde minhas lágrimas.

Beijos querida.

vendido disse...

por vezes a carne se dissolve mais rápido que o próprio açucar...

Guilherme A. disse...

adorei :)
to seguindo aqui

LOGAN disse...

Somos a somatória de nossas alegrias e problemas

As alegrias não são, muitas vezes, o momento em que passamos por cima do que nos oprimia?

Derreter-se com a chuva levaria tudo: problemas, alegrias, sonhos e tristezas...

Vez ou outra, seria bom dar um MASTER RESET nessa nossa vidinha besta...

Lindo o post

Becca (Flor) disse...

nossa! Cheio de intensidade é o seu!!
Adorei!!