09 julho, 2010

Atmosfera

Quando você está longe meu coração sufoca meus pulmões,
então eu volto a respirar toda vez que você volta.

11 comentários :

Nine disse...

Uma semi-morte cotidiana!
beijO

Naia Mello disse...

Lindo. Ah é tão bom respirar ele. O amor por alguém especial.

Sr. Coringa disse...

É um sofrimento válido, que vale teu valor. Algumas coisas precisam ser sofridas, sentidas e depois ganhas. Só assim damos o devido valor a elas.

Hiorrana disse...

Saudades.
É clichê dizer, mas é saudades.

Sempre saudade-amor.

Beijos

Patrícia Harumi disse...

Apego é uma merda!

Raphael Vitoi disse...

E nunca houve ar tão puro, presumo.

Franzé Oliveira disse...

Um amor, um motivo.
Belo.

Por falr em coisas belas...
Estou iniciando um conjunto de postagens denominada:

Série Fragmentos "Grande Poeta".

Postarei cinco trechos de cada poeta ou poetisa que gosto. Espero que goste. Sim, estou sentindo falta de sua visita.

Beijos.

Dustin Maia disse...

E quase morro sem esse ar...

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Suspiros, suspiros

Fabiana Maria disse...

Olá, gostei do seu cantinho!
Hum, adorei as poesias, simples e profunda.
Me visita, as vezes me arrisco em fazer poemas.

anze disse...

Nada :) ushaihs Aiii amei de mais as tuas coisinhas, quase chorei!! Parabéns guria, tu tem futuro, já eu, nao sei. beijos :*