31 maio, 2011

Mesmo calendário

Enquanto tantas pessoas se esforçam pra esquecer, eu tento lembrar. Não sei qual parte de mim quer evitar essas lembranças, talvez meu histórico emocional não seja algo que deva me orgulhar. Mas, quem pode limitar os sentimentos?

As pessoas precisam deixar o amor acontecer, assim fica fácil estar na vida. Fica útil existir. Mesmo que seja um amor do ano retrasado ou um pra daqui a pouco, tanto faz. É preciso se lembrar do que acontece com a gente, o amor nos dá um propósito, mesmo que muitas vezes duvidoso.

No amor é necessário sempre voltar ao começo, mesmo que para isso você tenha que esquecer para depois ter algum motivo qualquer para lembrar. Mesmo que todos seus amores sejam contrariados e indefinidos, você precisa vivê-los, você precisa de lembranças; e são as mais difíceis que muitas vezes fazem seu coração pulsar novamente.


Me sinta aqui também: http://twitter.com/@lluaraQ

18 comentários :

Isa :* disse...

"Mesmo que todos seus amores sejam contrariados e indefinidos, você precisa vivê-los, você precisa de lembranças;(...)". O difícil é quando a gente não se acostuma com as lembranças, mas mesmo assim elas vêm nos perturbar. Tirei o calendário de perto do espelho, pra não ter que dia tal fazia mês, dia tal fazia ano, e hoje não faz mais nada. Perfeito *-*

Janaina Cruz disse...

Todas histórias de amor que tivemos na vida, são tijolinhos no nosso muro de inspirações...

Eu amei teu blog, passo a segui-lo com prazer!

Abraços mil para ti

Ana C. disse...

que lindo tudo aqui...
vou ficar aqui mergulhada nas palavras
lindas..
bjos e flores

Nara Sales disse...

Precisamos ainda, acima de tudo, sermos o amor.

Marcus Natir disse...

Simplesmente perfeito!

Biamarques disse...

Muito bonito seu blog, Luara. E devo concordar com cada frase desse último parágrafo. Realmente, falou por mim. Estou seguindo e obrigada pela visita. Beijos.

Claire disse...

Oiee*--*Adorei a visita la no blog e o que disse tbm=)
Fico muito feliz!!
Andei fuçando o seu cantinho tbm e vi que tbm escreve com intensidade,acho que é porque gostamos de escrever,nos relacionamos bem as letras.
A escrita,nos proporciona um mar de ideias e sentimentos.
Um grande beijo e mta luz!

Anônimo disse...

Bom seria o esquecimento ao invés do sofrimento de uma lembraça que nos segue, e, que muitas vezes nos deixa marcados.

My World - Meu mundo! disse...

Olá! Huum, que texto lindo! *-*
Seguindo, segue de volta? Obrigada.

@Raah_Castroo

http://myworldc2.blogspot.com/2011/05/historia-do-blog.html#comments

Cristina Lira disse...

Passando para lhe desejar um bom inicio de semana e me encantar com os posts.

bjosss

eduarda bp disse...

Adorei! Principalmente porque também sou dessas que se não se esforça pra esquecer, e sim pra lembrar.

Obrigada pela visita no proofitsnotadream!

bells disse...

Amei teu blog, amei teu texto, chega me balançou, parabéns de verdade.
xoxo.

Pâmela F. Filipini disse...

Você disse que eu escrevo bem, mas cá entre nós, a escritora aqui é você. Amei a sua forma de escrever, sabe, é transparente. É como se sua escrevesse.
Que Deus te abençoe e continue dando-lhe muita, mas muita inspiração.

Pâmela Filipini

Lour Shine disse...

Deu até pra me refletir aqui sobre os meus relacionacionamentos passados :x
Lindo demais *-*

carolina* disse...

aaaaaaaaamo as suas postagens *-*

carolina* disse...

amooooo as suas postagens *-* perfeitas dms.

Yohana SanFer disse...

Lindo e verdadeiro!Amor pra viver...gostei tanto!

Paola disse...

"No amor é necessário sempre voltar ao começo, mesmo que para isso você tenha que esquecer para depois ter algum motivo qualquer para lembrar."
É verdade.
Meu primeiro comentário aqui, e o primeiro de muitos com certeza.
Estou conhecendo teu blog agora, porque graças aos céus você me encontrou por aí e se apresentou.
Melhor coisa que fizeste eim?
Estou adorando isso aqui, muito, muito.
Não pare de escrever Luara, é muito lindo.

Beijoo, Paola