02 abril, 2014

Meu tipo

Ele é o tipo de homem que não precisa de razões, ele cria suas próprias vontades, ele contradiz os dias de chuva e traz o sol pros meus dias.

Ele é o tipo de homem que equivale a multidões, por ele sou capaz de deixar meu livro preferido para as próximas férias, não faz questão das minhas dietas, não se preocupa com o que os outros pensam do nosso jeito de dançar e nem da preguiça que compartilhamos no domingo de manhã; ele me faz querer ser o melhor para mim, faz cócegas nos meus defeitos e me mata de rir de todos os meus erros.

Ele é o tipo de homem que não sabe cantar bonitinho e nem surpreende sem querer, ele planeja tudo, até o dia de fazer a barba, até o momento de pegar na minha mão. O mais importante é que ele não solta por aí os motivos de querer estar comigo, ele quer guardar tudo o que faz nós sermos nós, a felicidade que ele me traz tem ciúme de qualquer outra felicidade que possa chegar até mim. Ele é mais que o suficiente, mas faz de conta que não sabe disso.




Ele do tipo homem que trata bem a mãe, os garçons e os animais. Ele não culpa a humanidade pelo seu pouco salário ou pelo rebaixamento do seu time. Ele não me troca por nada melhor, nada que poderia fazer os outros caras se questionarem depois do sexo e verificarem o relógio para ver se ainda há tempo de encontrar os amigos na mesa do bar.

Ele é o tipo de homem que não olha para as outras quando está comigo e se alguma outra mulher chama a sua atenção na minha ausência ele imediatamente compara meu sorriso ao dela e me liga só para perguntar o que eu quero pro jantar. Ele é mais que as pessoas poderiam ser para mim, ele é aquela exceção da exceção, é todo meu excesso de afeto e de tato e de teto. Ele me abriga de uma maneira que me faz querer morar em seus braços em qualquer estação, somos véspera de natal, prêmio de loteria, chocolate quente no inverno, suspiros e edredom.

Ele é o tipo de homem que não pode ser plagiado, só existe para ser meu, ele se torna tão especial por não se importar com o tempo que possamos ficar longe um do outro desde que nos encontremos novamente, desde que fiquemos juntos para sempre. 

7 comentários :

Larissa disse...

Ele é a exceção perfeito.
Lindo texto Luara. Apaixonante!

-Milena Carneiro disse...

Que liindo! Exceção das exceções, amei.

Mateus Flach disse...

Somente consigo ser seu tipo porque NÓS somos feitos um para o outro, para agora e todo sempre! Te amo.

Gabriela Neves disse...

fofo!


cabecanasnuvensz.blogspot.com.br

Luana Tenorio pestana disse...

Nossa, você não tem noção do quanto eu amei o seu blog. Seus textos. Fiquei de cara quando vi que você tinha publicado um livro.
Cara, você é o que eu sonho em ser.
Mesmo estando longe de ser escritora, ou de publicar o livro, eu sei que é onde eu quero chegar.
Eu voltei com meu blog recentemente porque eu não aguentei deixar de escrever.
Seus textos até me inspiraram. Quero comprar seu livro, ou todos que você um dia publicar.
Sério, parabéns. Quero ser que nem você quando crescer hahah
Beijos,

A menina do livro - http://ameninadolivro.blogspot.com.br/

Sabrina Luisa disse...

Bom dia!

Amei seu blog,super maravilhoso!

http://belezafashionblog.blogspot.com.br/

Rafaela Vieira disse...

Que lindo texto, expressa perfeitamente o sentimento da relação. Amei.

Beijinhos.
www.rafaellando.com