14 setembro, 2008

Após

Depois de alguns instantes existem coisas que voce deve saber e outras que voce deve fingir que nunca existiu.
Você não sabia que o homem chegou à Lua.
Que a vida é uma contagem regressiva.
Que Berlim já foi duas.
Que na Idade Média a Igreja vendia lugar no céu.
Que homens e dinossauros nunca conviveram.
Que muitos remédios não curam, mas viciam.
Que o voto do povo salvou Barrabás e condenou Jesus.
Que computador foi criado para resolver problemas que não tínhamos.
Que o Sudeste alaga e o Nordeste seca.
Que as pessoas dizem eu te amo sem querer dizer nada.
Que sexo pode ser feito sem amor.
Que o cientista que inventou a bomba atômica recebeu um prêmio por isso.
Que somos divididos em 1° e 3° mundo.
Que você vai fazer de tudo para não repetir os erros dos seus pais.
Que você, eu e eles iremos morrer.
Que Getúlio saiu da vida para entrar na História.
Que esmola é o imposto informal da injustiça social.
Que as pessoas irão te fazer sofrer.
Que pessoas servem para isso.
Que algumas pessoas não deveriam existir.
Que somos julgados pela aparência e condenados pela cor da pele.
Que o homem ainda não decidiu se veio do macaco ou de Adão e Eva.
Que todo mulçumano deve ir à Meca pelo menos uma vez na vida.
Que enquanto voce respira cerca de 150 crianças morrem.
Que se você tentar respirar mais devagar não irá funcionar.
Que são grandes as chances de alguém estar lembrando de voce, mas são muito maiores as chances desse alguém nem saber que voce existe.
Que quem faz aniversario no natal não é Papai Noel.
Que o cinema já foi mudo.
Que existe Aids.
Que não existe cura.
Que as pessoas sentem medo.
Que as pessoas sentem frio.
Que as pessoas sentem fome.
Que as pessoas sentem falta.
Que eu não sinto nada.

29 comentários :

oposto de você disse...

A M E I, o melhor de todos os textos *O* aquele das criançar, quando respira, respirei devagar, e no outro falava que nem adiantava respirar devagar ~:
tocante. mesmo :D

Matheus disse...

Obrigado.
Ando meio sem tempo,
mas assim que der, lerei todo o seu.

Will disse...

mentira....
sentir nada, já não é sentir?


Tem coisas que ninguém quer saber... tem coisas que nos negamos a ver...


Tem coisas que são feitas para algo são usadas para outro-algo...

tem coisas que não entendo... mesmo depois de saber


Tem um monte de coisa!!!!

HenriqueM disse...

Fico sem ter o que dizer. Amei o que li.
Gostei da parte que fala da morte das crianças. Eu tinha respirado mais rápido. Rs, mentira.

Muito, muito belo mesmo.

' arcano disse...

Henrique é do mal.

' arcano disse...

Will: assim, sentir nada seria só não sentir tudo (:

Fernando Rozano disse...

vigoroso e lúcido. dentro das palavras, e após elas terem sidos escritas, a rotação volta à rotina. instigantes, sempre os teus textos. meu abraço.

Luis Gomes disse...

Gostei de como é o teu imaginário e como entra com as palavras no texto ou o texto interferindo em tua vida. Uma tarde de conversa...nossa..beijo

Ígor Andrade disse...

Precisaria de uma postagem pra comentar seu texto. rs
Mas, por enquanto, vale pensar que nós não evoluímos. E logo seremos extintos!

alvarêz dewïzqe disse...

"as pessoas dizem eu te amo sem querer dizer nada" perfeito, só isso.

C. Dayan: disse...

Genial, você foi genial nessa postagem. Mas, dizer que não sente nada é contrario, porque escrevendo tudo isso, você não só sente, como nos faz sentir, qualquer coise que humilhe e nos coloca a frente do que a gente "finge que nunca existiu"

Sorrrisos largos :)

' arcano disse...

Eu não so não sinto como manipulo.

Cristal disse...

cara, se foi mesmo tu a escrever este texto, ele devia estar estampado num jornal, de preferência no de maior circulação, na capa e como manchete!
hahahaahahaha
magnifíco, adorei!


*a vida é mesmo uma ironia constante*

' arcano disse...

Não, eu copiei da capa de um cereal (:

' arcano disse...

Ou seria embalagem (?).

Pâmela Berton disse...

AMEI seu texto.
Você escreve muito bem.
Mas, ao mesmo tempo, você me parece muito desiludida com a vida.
A vida é muito curta, menina. E boa demais pra ser desperdiçada.
Obrigada pela visita. ^^
Vou linkar seu blog pra voltar mais vezes.
Beijos!

' arcano disse...

Desilusão é artigo de luxo.

Bruno disse...

é o mundo é muito grande e complexo, a gente não sabe quase nada que fuja da nossa realidade!

Ricardo Valente disse...

Sente eu aqui. Não sente pai, que tá com nada, feito eu agora, louco por ti!!!

Tiagho Diniz. disse...

Gostei do elogio da repetição.

Queria te pedir; adiciona-la?

Felipe Held disse...

Poxa, obrigado. Sério.

E opa, gaúcha? Adoro tua terra, e acabei me viciando em tomar chimarrão mesmo em São Paulo.

Embora, claro, eu ainda entupa a bomba com certa freqüência.

Sininho disse...

E é triste ver o mundo sofrer, paralelo, transcendente!
Ver pessoas ir, vir e não olhar
Não querer olhar
Não querer sentir

Acabando por não sentir!

DoceBeijo*
(E eu tb gosto de si)

Carolina disse...

Bonita, pra variar, de novo um belo texto, tocante e denso. Ótimo!
Tem coisas que a gente não quer saber, quer guardar no lado negro, no lado B, quer passar batido.

Adorei o coment no Café!!! Obrigada!
Bjos, amiga!!!

Cristiane disse...

De blog em blog cheguei até aqui, e me deparo com esse texto lindo...especial, pois era algo assim que eu precisava ler hoje!

Volterei, com certeza!
Um lindo dia, Cris

Herr Schreiber disse...

Apenas memórias coletivamente individualizadas...

=)

Felipe Moratori disse...

Opaaa, saudações. É a primeira vez que visito o teu blog.

Meus elogios ao post. É dinâmico e forte.

Talvez você tenha querido dizer homens "e" dinossauros. ou não. ;)

parabéns!

' arcano disse...

Não.

' arcano disse...

Merda, voce tens razão. Terei que mata-lo.

Luiz Phelipe disse...

"Que esmola é o imposto informal da injustiça social". Avaliação maravilhosa.

Sem menosprezar toda a qualidade textual que presencio aqui, pouco deles terão tanto impacto quanto esse. Parabéns...