20 janeiro, 2012

Esboço

Desenho seu sorriso em minha mente e fico te contemplando por pensamentos, as coincidências deixam um gosto de talvez juntos. Sinto até na minha solidão a sua presença. Não quero ser esquecido como um compromisso sem interesse, não quero fazer parte de sua vida pelas bordas, te espero por inteiro para ocupar um coração que já é seu.

Te conheço porque sei, porque sinto. Dividimos detalhes que já não cabe em uma carta, pois é do teu tato que minha poesia precisa. Saudade nunca foi uma opção, sempre te quis por perto, sempre te espero para um encontro ao acaso. Decoro teus passos pra tentar unir com os meus, como se para a vida ser bela eu só necessitasse de sua mão na minha sem tréguas.

Se eu penso em você agora é porque quero um abraço, as minhas alegrias se atrasam porque tentam te trazer junto. Acho que talvez possa me enganar com muitas coisas, um dia ou outro posso me confundir com o que sinto, mas aí vem o coração com o lembrete de nós.

Não quero te perder mesmo não te tendo, não quero ver você dividindo nossos dias com alguém que não seja eu. E todo tipo de lembrança é um pouco de você, minhas verdade são hábitos que nós dividimos. Me reconheço porque te quero, sou eu porque é você.

Você sabe o jeito de fazer meus dramas se tornarem comédia, aquele som com gosto de riso e um pra sempre que pode durar até segunda. O pior de tudo é não te ver comigo, é se importar com o tempo que perco sem ti. Sou um exagerado, busco nesse amor inventado te fazer realidade pra mim.

*Encomendado por G. R.

6 comentários :

Thamires Figueiredo disse...

Perfeito!

Biamarques disse...

seus textos estão ficando cada vez melhores e mais intensos. Muito bom, luara. Beijos.

Karen, disse...

Preciso de um texto teu, com sentimentos seus, ler os teus, ficar perto da sua intensidade. Por favor.

Maicom disse...

A invenção é algo notório. Invente mais coisas como essas: amores, na verdade, são inventados. Todos pintados, inventados e, portanto, reais...

rafaela ivo, disse...

Muito bom ler um texto desses, eu precisava mesmo de uma intensidade assim, de um amor assim, de uma firmeza assim.

Maíra Cunha disse...

"Me reconheço porque te quero, sou eu porque é você."*-* seus textos são perfeitos, acabei de conhecer e com certeza voltarei. Estou seguindo, ficaria grata com sua visita e siga se gostar!
http://fazdecontatxt.blogspot.com