04 agosto, 2011

Todo amor que existir nessa vida

- Acho tão lindas as tuas mãos.

- Eu acho mais lindo ainda quando ela pega na tua.

Senti meus pulmões se encherem de ar, é como se eu fosse perder as pernas toda vez que ele me toca.

- Acho tão fofa essa pintinha que você tem na palma da mão, é tão única, ninguém mais tem.

- É verdade, sabe por quê?

- Creio que você me dirá... - não podia deixar de sorrir, é tão fácil com ele.

- Dizem que na palma da mão se pode “ler” a vida, o destino né?

- Verdade.

- Então, essa pintinha só pode ser você. Só minha.

7 comentários :

Laís Pâmela disse...

Que doçura. Amei. ;)

Dré Macedo disse...

Ame. Doce, sincero, puro. Desenvolveu bem o discurso direto, habilidade que não manejo hahah.

Poupée Amélie™ disse...

Que delicadeza de texto!
Ah... obrigada pelo carinho.
Gostei daqui tbm (e vou ficar!).
BjO*

Gabi Salles disse...

adorei Muito seu dialogo (:

CatarinaRaquel disse...

Oh obrigada (;
Tu é que escreves maravilhosamente bem!

eduarda bp disse...

Tão simples e doce!

Brenda disse...

Lindo, lindo, lindo mesmo!
Estou seguindo tá?! Beijos=)