11 dezembro, 2011

Meu, seu, nosso.

Sempre fui meio perdida de mim, tentando me buscar pra começar a ser alguém que me merecia. Lembro que sempre me encontrei na escrita e na leitura, meus vícios mais primordiais.

Esse blog já vai para seu quarto ano, e sei que há muitas pessoas que me acompanham desde o início, sabem do tanto de modificações e amadurecimento que essa página passou comigo. Mas, sempre escrevi sobre sentimentos, sempre senti demais e sem tempo. É uma urgência que sinto de usar palavras em meus dias, é uma vontade de acordar fazendo poesia.

Se me perguntam quando eu comecei a escrever eu respondo sem pensar: foi quando comecei a sentir, é desde sempre. E tento a cada dia fazer com que minhas palavras permaneçam, mesmo que eu tenha que ir. E é exatamente isso que eu quero da vida: ficar.

A internet me proporcionou muita evolução, muito estímulo, apoio e carinho que vieram acompanha de pessoas maravilhosas, pessoas que valorizam o que faço. Pessoas que me lêem por dentro, que me acompanham em pensamentos. Hoje sou um pouco do muito de quem quero ser, é nas palavras que construo pontes, que desenho sorrisos, que abraço baixinho.

Foi por causa de tudo isso que resolvi correr atrás de um sonho, meu livro. E consegui! - Leia de novo: consegui!- E não é um livro qualquer, é meu, é seu, é nosso livro. É um nós que nada nem ninguém “desata”. Nesse livro existem trechos desses anos de blog, é nesse livro que mostro o que aprendi amando e desamando, o que li no coração das pessoas, o que encontrei no meu. Quando escrevo me divido com quem me lê, compartilho cada pedacinho de tudo de mim. Agora, escrever um livro é quando essas pessoas doam a mim um pedacinho de tudo que elas são.

E você sabe; para entender tudo que escrevo não basta saber ler, é preciso saber sentir.

obs: Para quem quiser adquirir meu livro é só clicar aqui.
Link

3 comentários :

Kessy disse...

Tudo que escreve é lindo, sinto cada palavra, é maravilhoso isso. E fico completamente feliz por seu livro e quero lhe parabenizar por este momento seu, essa alegria de publicar teu livro e minha alegria de poder ler.

Angella Reis disse...

Meus parabéns Luara, um livro é como um filho, é parte de vc.

Gosto imenso das tuas linhas. Sou apaixonada por livros e com certeza vou querer adquirir o seu, só não este mês, pois já tenho diversos compromissos, mas em janeiro, logo, logo. Beijo =*

Ana Paula Monnerat. disse...

Esses seus textos que sempre me encantam. Nossa, teu blog já vai fazer 4 anos? Quanto tempo, quantos textos, quantas mudanças.
Que continue melhorando cada vez mais, e que seus textos continuem nos tocando cada vez mais profundo.
Ah, e parabéns mais uma vez pelo seu livro *-*. Que você continue realizando os teus sonhos.

Aaaah, eu preciso comprar teu livro *-* s2