18 fevereiro, 2013

Finalistas do 2° DESAFIO LITERÁRIO ♥

Ei, lindezas!

Bom, o DL deste ano foi um sucesso. Recebi 309 textos nestas 5 semanas e fiquei encantada demais com cada participação. Espero que vocês também tenham gostado.

Abaixo estão os 5 finalistas - selecionados entre os 10 escolhidos na primeira fase -, os textos deles estão publicados aqui para vocês poderem ler, julgar, sentir e votar.

Para escolher o seu escritor preferido:
- A votação será através de CURTIDAS no facebook em minha página: Isso é tudo que sinto - LuaraQ
O link para votar em cada escritor estará logo abaixo de seus textos.
- A votação irá até o dia 25/02 (23:59 hrs), próxima segunda.
- Os votos só serão validados se curtidos no link de origem.

Tudo entendido? Agora vamos aos textos finalistas :D

Larissa Moraes, Brasileira, Paulista, 16 anos, blogueira:

“Não sejamos como copos furados empoeirados na estante por se esvaziarem mesmo quando constantemente preenchidos. Sejamos como copos que transbordam-se de sentimentos, deixando cair enxurradas de risos solenes e sonhos construídos com os olhos bem abertos.

 Que as noites mal dormidas e os desamores escorram por entre nossos dedos e se misturem no mar de momentos como pequenas gotas. E que o amor seja uma forte correnteza capaz de quebrar pontes de pedra e de virtudes pré-estabelecidas. E por fim, que sejamos capazes de nadar como se estivéssemos na calmaria de um lago em tarde de verão.”

Gostou do texto da Larissa? Então, CURTA AQUI!

[♥]

 Carla Oliveira, Sou alguém como qualquer um que se encontra pelo mundo afora. Posso sentir mais do que pensar, assim como uma boa canceriana sabe sentir, mas não deixo de pensar. Por sentir muito mais do que se imagina me entrego mais que demais pra'quela pessoa que faz meu coração pulsar. Nascida em Limeira, interior de São Paulo, resido na cidade de Piracicaba, onde curso o último ano de Jornalismo na UNIMEP. Além disso tudo, tenho 21 anos.
  
 Ama-se por ser único

"Que coisa louca essas histórias de amor, sem nenhuma regra ou lei que as impeçam de acontecer. Nenhum livro de auto-ajuda pode prever onde surgirá: pode acontecer tão inesperadamente quanto o nascer de tulipas no telhado – surpreendentemente encantador.

Todo sentimento carrega sua própria identidade, a característica e o momento mais diferente é o que o torna único e marcante. Assim como a cicatriz que ficou ao cortar legumes preparando um jantar romântico ou a cena cômica dos cílios postiços caindo no prato durante um encontro. São nas simples e pequenas coisas que o amor se nutre."



Gostou do texto da Carla? Então, CURTA AQUI!

[♥]

Francielly Cristine, 21 anos, Paulista, Bailarina de Dança do Ventre, apaixonada por dança, música e livros. Sou feita de amor e música 

“Suas mãos se encaixam nas minhas como se fossem um molde, seu riso se mistura ao meu numa sinfonia de alegria, nossos passos relaxados caminhando na praça como se não houvesse pressa nem mundo além de nós, quando ouço a maçaneta girar te imagino do outro lado da porta e meu coração dispara, nas noites que te sinto deitado no colchão ao meu lado sinto uma mistura de nostalgia e expectativas, novamente vislumbro momentos de paz no seu abraço me sinto em casa, seu cheiro tem quê de familiaridade como se sempre pertencesse a mim, como a se a junção de eu e você fosse a única forma correta de existirmos”

Gostou do texto da Fran? Então, CURTA AQUI!

[♥]

 Thaís Bitencourt, baiana, 16 anos, estudante. Sopra palavras e inspira poesia, para respirar em paz e viver feliz. 

 O engano sobre o silêncio ser mudo

"Novamente o arrepio na espinha. Praça sem vida, casa vazia. Então, um telefonema, porém a saciedade só viria de uma companhia naquela noite solitária. Decidiram se devorar, digo, se encontrar, conversar. Por que a loucura e a sanidade são muito tênues. O primeiro beijo sucedeu o encontro, o segundo venceu o desejo, veio o terceiro e logo estavam no quarto, ultrapassando qualquer limite, até o do colchão.

 Ah, o que diriam as maçanetas? E se falassem os lençóis? Talvez fossem até mais silenciosos. As palavras ironizam o que o corpo protagoniza. E tudo na vida anda ao lado do triz."

 Gostou do texto da Thaís? Então, CURTA AQUI!

[♥]

Larissa Rocha 

"Não há mais louças sujas do jantar, nem jornais com marcas nos classificados. Não há mais arrepios na nuca, ou surpresas no meio da noite. Você se foi, deixando um envelope velho com pedidos de desculpas, e eu ainda não consegui aceitar. Mas não dá para discutir com um coração que pôs os olhos em outro alguém. Eu não fui o suficiente. Você partiu levando consigo a passagem que me jurou devolver e agora a casa está vazia. Está tudo vazio, mas cheio de rastros seus."

 Gostou do texto da Larissa R.? Então, CURTA AQUI!

 [♥]

Curtam muito, compartilhem, chamem seus amigos, papagaios, pais, primos, avós...todo mundo para curtir seu texto :D

Agora para ser a escritora campeã só depende de você!

Quem será que vai levar todos esses prêmios lindos para casa?!

Um beijo, Luara

Um comentário :

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção